1 de novembro de 2018

Como evitar os pelos encravados após a depilação?

Os pelo encravados, denominados de foliculite em seu estágio mais profundo, surgem devido uma inflamação dos folículos pilosos. É muito comum o aparecimento de pelos encravados após a depilação. Isso acontece porque a depilação a cera tende a deixar os fios mais finos. Dessa forma, alguns pelos encontram dificuldade para romper camada da pele e crescer normalmente.

Existem três fases do pelos encravados. Sabendo disso, a primeira é quando ele está embaixo da pele. Já o segundo momento é quando o pelo inflama, provocando inchaço, vermelhidão e o surgimento de uma secreção. E a última fase é o momento que ele vira um cisto e, com isso, deixa a região da pele dolorida.

Porém, basta algumas pequenas atitudes para evitar os indesejados pelos encravados. Nós listamos abaixo, dicas de prevenção e cuidados caso aconteça o encravamento. Vamos lá?

Prevenção aos pelos encravados

1. Esfoliação: No ranking das pequenas atitudes que ajudam a evitar o encravamento dos pelos, a esfoliação aparece no topo. Esse processo afina a camada mais superficial da pele e contribui com a redução de células mortas. Além disso, a esfoliação deixa sua pele mais macia, proporcionando uma depilação mais efetiva. Vale lembrar que pessoas com a pele sensível devem tomar cuidado e, até mesmo, procurar outra forma de prevenção.

2. Exposição ao sol: O suor excessivo é um dos causadores do encravamento dos pelos. Sendo assim, a exposição ao sol deve ser evitada, uma vez que causa a transpiração.

3. Banho com água quente: Sempre que der, tome banho quente momentos antes da depilação. Isso porque a temperatura mais elevada contribui com a dilatação dos poros, fazendo com que a remoção dos pelos seja mais fácil.

Cuidados pós-depilação

  • Roupas apertadas: O uso de roupas muito justas impedem o crescimento livre dos pelos. Além disso, podem facilitar o acúmulo de resíduos nos folículos.
  • Creme hidratante: Evite o uso de cremes e óleos hidratantes após a depilação. Isso porque eles podem obstruir os folículos e causar a inflamação dos fios.
  • Higienização: Para evitar que fique algum resíduo nos folículos, é muito importante higienizar a região do local depilado logo após a depilação.

Os pelos encravaram. E agora?

Caso você tenha feito tudo que foi sugerido mas, mesmo assim, os pelos encravados apareceram, é importante redobrar os cuidados. Veja quais:

  • Remoção dos pelos encravados: Não é recomendado mexer nos pelos e tentar retirá-los com a unha ou algum material pontiagudo. Isso pode deixar o local inflamado e com manchas.
  • Esfoliação: Mais uma vez, a esfoliação é um aliado importante no combate aos pelos encravados. Porém, é importante ressaltar que a esfoliação é indicada para cerca de 10 dias após a depilação.

Mas, atenção: Caso o pelo esteja muito profundo, é necessário procurar a orientação de um profissional especialista, como dermatologista, para que haja um tratamento adequado.

Dentre os métodos de depilação, a cera quente é a melhor opção para evitar os pelos encravados. O calor do produto facilita a abertura dos poros, permitindo que ele seja removido completamente pela raiz.

Além de tudo que foi mencionado, é muito importante escolher profissionais e institutos de depilação de qualidade. Nesse sentido, o Pello Menos garante segurança e os devidos cuidados a todas as clientes para evitar pelos encravados. Encontre a unidade mais próxima de você e cuide-se sem medo.

pelos encravados