17 de dezembro de 2020

Pele sensível: o que é, como cuidar + dicas para uma depilação segura

cuidados pele sensível

Pessoas com a pele sensível sentem de forma mais intensa os efeitos nocivos de ações externas que temos contato diariamente, como a poluição e a exposição solar, por exemplo. Como consequência a pele tem reações como vermelhidão, ressecamento, coceira e descamação. 

Por isso, se você tem este tipo de pele é muito importante ter uma rotina de cuidados especiais que vai atuar no sentido de minimizar os sintomas citados acima. 

Nós vamos te ajudar nesta tarefa, no texto a seguir você poderá conferir dicas como:

  • Como identificar se você tem a pele sensível?
  • Dicas de como montar uma rotina de cuidados especiais para este tipo de pele
  • Produtos indicados para a pele sensível
  • Dicas para uma depilação segura

 

Ficou curiosa? Então continue a leitura e veja como você pode deixar sua pele linda e saudável. 

Identificando se você tem a pele sensível 

Se você quer descobrir qual é o seu tipo de pele, o mais indicado é procurar um dermatologista para fazer o diagnóstico. O profissional irá avaliar as características da sua pele e indicará o melhor tratamento para deixá-la saudável. 

No entanto, existem alguns indícios que ajudam a identificar se a sua pele tem uma sensibilidade maior. Os questionamentos abaixo podem ajudá-la a ter uma noção melhor:

  • Você sente sua pele repuxar demais com frequência?
  • É comum sentir coceiras na pele?
  • Sua pele fica vermelha com facilidade?
  • De tempos em tempos você sofre com descamação da pele? 

Se você respondeu afirmativo para a maioria das perguntas acima, então provavelmente você tem uma pele sensível.

Você pode se interessar também:

Qual a razão da maior sensibilidade na pele? 

Nossa pele conta com uma série de sistemas naturais que a protegem contra agentes externos. Um dos principais é o manto hidrolipídico, que é composto por água, ácidos graxos e lipídios. Este fica sobre a camada superior da epiderme, conhecida como estrato córneo, constituída por lipídios e células, ela serve como uma barreira permeável contra os microorganismos. 

Estes sistemas são ativados através da ação de enzimas, que acelera as reações bioquímicas, mantendo a pele hidratada e protegida. No caso das peles sensíveis, essa atividade é prejudicada, o que causa um déficit de água, deixando-a mais suscetível às substâncias nocivas.

Rotina de cuidados para a pele sensível 

Se você tem a pele sensível e quer se livrar de seus efeitos prejudiciais, o primeiro passo é montar uma rotina de cuidados especiais. É preciso encontrar os produtos e ingredientes certos para controlar e minimizar os danos na pele. 

E não é preciso nada muito complexo, tá bem? Com uma rotina simples e eficiente já é possível ver resultados incríveis. Olha só nossas dicas para você começar seus cuidados agora mesmo: 

  • Escolha produtos com ativos específicos para a pele sensível. Dê preferência para substâncias calmantes e hidratantes. 
  • Ter uma regularidade com os cuidados é fundamental para minimizar os efeitos como ressecamento e vermelhidão. 
  • Uma rotina eficiente consiste em: sabonete facial específico para seu tipo de pele, hidratante e protetor solar, com FPS de no mínimo 50. 
  • Produtos como água micelar e máscaras de tratamento podem ser um excelente complemento para recompor a barreira hidrolipídica.

Lembrando novamente que a consulta a um dermatologista é essencial antes de iniciar o tratamento da pele sensível. 

Produtos indicados para pele sensível

Listamos algumas substâncias que podem ajudar a estimular a atividade das enzimas no organismo, melhorando a proteção da pele sensível. Veja quais são: 

 Dexpantenol: é um derivado da vitamina B, sua principal função é estimular a renovação da pele, além de ajudar no processo de cicatrização.

  • Glicerina: ajuda na absorção e retenção de água, logo, contribui para manter a pele hidratada e bonita. 
  • Niacinamida: é um derivado da vitamina B3 que aumenta a síntese de ceramidas naturais, o que contribui para manutenção da hidratação da pele. 
  • Óleos vegetais (amêndoa, girassol, jojoba etc): são ingredientes ricos em ácidos graxos e ajudam a reforçar a barreira protetora da pele. 

Vale lembrar também que uma alimentação saudável e balanceada é essencial para manter a pele bonita. Alimentos antioxidantes são excelentes aliados de uma pele saudável, logo, inclua em sua alimentação vegetais de folhas verdes, peixes e frutas e legumes amarelos e laranjas. 

Dicas para uma depilação segura 

É mito dizer que pessoas com pele sensível não podem se depilar. É claro que o procedimento deverá ser mais cauteloso, para evitar ardência, coceira e vermelhidão. No entanto, se a pele estiver bem cuidada é possível sim realizar uma depilação segura.

Veja algumas dicas de cuidados para antes e depois do procedimento: 

  • Evite o uso de produtos com álcool, parabenos e corantes na composição. 
  • Suspenda o uso de ácidos na região a ser depilada por pelo menos 72 horas antes e depois do procedimento.
  • Certifique-se de que sua pele está bem hidratada antes de fazer a depilação. 
  • Após o procedimento, faço uso de produtos calmantes e anti-inflamatórias que vão ajudar a reduzir a vermelhidão da pele.
  • Evite pegar sol nas 48 horas que antecedem e sucedem a depilação. E quando for se expor ao sol, não se esqueça do protetor solar. 
  • Evite banhos muito quentes. 

Além disso, fazer sua depilação com especialistas é fundamental para garantir um procedimento seguro e efetivo. No Pello Menos, nossa equipe é treinada para trabalhar com diferentes tipos de pele, garantindo assim um atendimento personalizado e confortável para todas as nossas clientes. 

Leia também: Depilação facial: técnicas para cuidar do rosto