22 de maio de 2020

Epilação ou depilação: qual a diferença?

epilação ou depilação

Epilação ou depilação, você sabe quais são as particularidades de cada um? Ambos conceitos representam a mesma atividade, ou seja, a de eliminação dos pelos do rosto e corpo. Entretanto, há diferenças no método utilizado para tal.

No texto a seguir vamos explicar qual a diferença entre epilação e depilação. Além disso, vamos apresentar quais são os tipos de procedimento de cada um deles. Confira!

Qual a diferença entre epilação e depilação? 

O termo depilação é geralmente utilizado pelas instituições de estética para descrever todos os métodos de eliminação dos pelos. Porém, a denominação nem sempre é feita da forma correta, uma vez que há diferenças na metodologia de cada.

A principal diferença entre epilação e depilação está basicamente na técnica utilizada para eliminar os pelos do corpo. 

Procedimentos de epilação vão fazer a retirada dos pelos pela raiz. Ou seja, haverá a remoção dos pelos inteiros, incluindo porções do bulbo piloso. Por esse motivo, métodos de epilação proporcionam um maior prolongamento dos efeitos do procedimento, com resultados mais duradouros. 

Já na depilação ocorre apenas a retirada superficial do pelo. Ou seja, nesses procedimentos serão retirados apenas os pelos rente à superfície da pele, somente na camada epidérmica. Logo, nesses casos o efeito do procedimento é menos prolongado. 

Tipos de procedimento de epilação 

Os métodos de eliminação dos pelos que utilizam a técnica de epilação são: 

Cera

A cera é um dos tipos de epilação mais comuns do mercado, sendo autoridade quando o assunto é eliminação dos pelos. As principais vantagens estão no fato de ser um procedimento sem contra-indicações, seguro e que apresenta bons resultados. 

Por ser um método de epilação, a cera irá realizar a remoção dos pelos pela raiz. Logo, os resultados serão mais prolongados. Geralmente, o pelo demora em torno de 20 a 30 dias para crescer novamente.

Fotodepilação 

Na fotodepilação é utilizado um aparelho de Luz Intensa Pulsada, que através da emissão de pulsos de luz com geração de calor, vai enfraquecer os pelos. 

A tecnologia vai promover a cauterização progressiva das células que produzem os pelos. Ou seja, esses pulsos de luz vai atuar nas células germinativas do pelo, impedindo que eles iniciam a fase de crescimento. 

Com a fotodepilação o pelo da área exposta à ação da luz intensa pulsada cairá gradativamente até 3 semanas seguintes a cada sessão. 

A fotodepilação também garante resultados mais duradouros por ser um método de epilação. As mulheres precisam de cerca de 6 a 10 sessões para alcançar resultados mais satisfatórios. 

Entretanto, é importante deixar claro que, nenhum procedimento vai eliminar os pelos definitivamente, ainda será preciso realizar manutenções de tempos em tempos.

Laser 

O procedimento promove a retirada dos pelos através de disparos de laser que vão aquecer e queimar a raiz do folículo piloso. Estima-se que este método seja capaz de eliminar cerca de 80% dos pelos de forma definitiva. 

Entretanto, é considerado um método um pouco mais agressivo, principalmente se comparado a fotodepilação. Esse fator acaba restringindo seu uso para peles muito sensíveis e com muita melanina.  

Tipos de procedimentos de depilação

Os procedimentos que se enquadram dentro da categoria de depilação são geralmente utilizados quando a mulher precisa eliminar os pelos com mais urgência. Isso porque são procedimentos mais práticos e simples, que podem ser realizados dentro de casa. 

São eles: 

Lâminas

É provavelmente o tipo de depilação mais comum entre as mulheres. Principalmente pela praticidade, como dissemos acima. 

Entretanto, o ponto negativo desse método são os vários relatos de reações alérgicas causadas pela lâmina. Se esse for o seu caso não deixe de conferir esse texto que preparamos com dicas sobre o que fazer em casos de alergia com lâminas.

A lâmina fará apenas a retirada superficial do pelo, eliminando-o por apenas cerca de dois dias. 

Cremes depilatórios 

Esses produtos possuem tioglicolato em sua composição, componente presente também em produtos de alisamento de cabelo. Essa é a substância química responsável por quebrar a estrutura do fio até que ele seja destruído, deixando então a superfície da pele lisa. 

É um método de fácil aplicação, e é mais vantajoso que a lâmina uma vez que agride menos a pele. Geralmente os resultados com esses cremes tem duração de 3 a 5 dias.