26 de junho de 2019

Depilação em casa: isso é realmente seguro?

depilação em casa

 

A depilação em casa é, na maioria dos casos, uma maneira de poupar tempo e dinheiro. Antes de tomar esse caminho, é preciso saber quais são os métodos para tirar os pelinhos indesejados, e sempre ter em mente, que a forma mais segura e eficaz de resolver o problema é procurar um local especializado, como a Rede Pello Menos.

 

Benefícios e cuidados com a depilação à cera

Os benefícios da utilização da cera são muitos. Ela deixa a pele mais lisa, e ajuda a retirar células mortas. Além disso, elimina os pelos pela raiz e faz com que eles cresçam mais finos. Mas, para quem pretende fazer uso desse recurso em casa, é preciso tomar muito cuidado, principalmente com a versão quente. “Se utilizada de maneira incorreta, o produto pode queimar, machucar a pele e até mesmo causar alergias”, explica a fundadora e CEO da rede Pello Menos, Regina Jordão. “Além disso, a busca por uma depilação sem imprevistos ou complicações pode ser feita se forem tomadas as medidas preventivas de preparação da pele. Nesse caso, a melhor maneira é contar com profissionais capacitados”, comenta.

 

Sobre outros métodos de depilação 

Sobre os equipamentos portáteis de laser ou luz pulsada, disponíveis no mercado e que prometem o fim dos pelos, Regina é enfática. “Diferentemente do que acreditam algumas pessoas, ou do que anunciam alguns aparelhos do mercado, não existe depilação feita de forma definitiva. Alguns métodos fazem com que os pelos demorem  a crescer, como é o caso do laser e da cera”, explica. Sobre o uso caseiro, a profissional explica que não é aconselhável. “O método já tem uma série de contraindicações e possui vários ajustes com relação aos diversos tipos de peles. Dessa forma, é desaconselhável utilizar em casa. Para se ter uma ideia, as profissionais que atuam em institutos de depilação precisam ser dermatologistas, fisioterapeutas ou biomédicas”, completa.

 

Já em relação aos cremes depilatórios, a dica da CEO é se atentar ao tipo e finalidade do produto. “O ideal é que eles não tenham álcool em sua composição ou químicas para não causar algum tipo de irritação durante a depilação. Cremes para esfoliação são os mais recomendados para o pré-depilatório. Isso porque eles auxiliam de forma mais fácil a remoção dos pelos, ajudando a doer menos. Para o pós, cremes com extratos de camomila e refrescantes auxiliam no fechamento dos poros, evitando, assim, as irritações”, acrescenta.

Leia também nosso artigo exclusivo sobre tipos de depilação.

Sobre a Rede Pello Menos

O Instituto Pello Menos começou em junho de 1996 num salão em Copacabana. O objetivo era oferecer um serviço diferenciado, minimizando as dores e o desconforto de salões de beleza pouco intimistas. Atualmente a rede conta com mais de 40 unidades nos estados do Rio de Janeiro, Brasília e São Paulo. Clique aqui para mais informações.