Pular para o conteúdo

Blog

Você está em: Página Inicial Blog
8 de dezembro de 2023

Depilação a laser: tudo o que você precisa saber sobre o procedimento

laser para depilação

O laser é o método de depilação mais popular atualmente nos centros de estética. A grande vantagem do procedimento é a sua capacidade de eliminar os pelos de forma duradoura. Isto é, ao realizar o tratamento completo, você não vai precisar se preocupar com a depilação por um tempo considerável. 

Quer entender melhor o que é depilação a laser? Aqui você vai tirar todas as suas dúvidas sobre o assunto, como por exemplo: 

  • Como funciona o procedimento? 
  • Quantas sessões são necessárias para alcançar o resultado desejado? 
  • Depilação a laser dói? 
  • Há algum tipo de contraindicação? 
  • Como é o preparo antes e depois do procedimento? 
  • Quanto tempo leva uma sessão? 
  • Pessoas com pele negra podem fazer depilação a laser? 

Além disso, você vai conhecer as três principais tecnologias de laser disponíveis no mercado atualmente e ainda vai saber detalhes sobre os serviços oferecidos pelo Pello Menos. Aproveite para baixar o material e confira as informações sobre a tecnologia a qualquer momento. 

Como funciona a depilação a laser? 

Na depilação a laser, a eliminação dos pelos acontece através de disparos de laser, ou seja, feixes de luz de grande intensidade. Essa luz, por sua vez, é guiada através da melanina até a raiz dos pelos.

depilação a laser

Portanto, quando o laser faz o disparo sobre a raiz, acontece a cauterização do pelo, ou seja, ele é queimado e destruído. Com a frequência do procedimento, acontecerá um dano permanente no folículo, o que impedirá/retardará o crescimento de novos pelos. 

Atualmente, os tipos de laser mais comuns são: o Alexandrite, o laser de diodo e o Nd: YAG

Quantas sessões de depilação a laser são necessárias para alcançar o resultado desejado? 

Não há como dizer que com um número X de sessões você vai alcançar o resultado esperado. Isso porque cada organismo reagirá ao procedimento de uma maneira e existem uma série de fatores que podem influenciar nos resultados, tais como questões hormonais e a quantidade de melanina na pele. 

No entanto, existe uma média aproximada que os institutos de estética têm como base para alcançar um resultado satisfatório. Essa média seria entre 6 a 10 sessões. 

Este número é necessário para que seja possível causar danos na fase anágena do pelo, isto é, momento de crescimento contínuo do folículo, quando o metabolismo da raiz está ativo e nutrido. Ou seja, com essas sessões será possível atingir todos os pelos da região depilada que estão nesta fase. 

No entanto, ainda é preciso ressaltar que ainda será necessário realizar manutenções de tempos em tempos para manter o resultado. A diferença é que as sessões serão cada vez mais espaçadas, podendo ser de 3 em 3 meses, de 6 em 6 e até mesmo uma vez ao ano. 

Depilação a laser dói? 

É claro que a dor é algo relativo e depende muito da sensibilidade da pele de cada um. Porém, por ser um procedimento agressivo para queimar os fios, é muito provável que você sinta sim um certo desconforto durante a sessão. 

Já existem soluções no mercado para minimizar a dor durante a depilação a laser, como por exemplo, o uso de pomadas anestésicas e jatos de ar frio. 

Leia também: Depilação a led: o que é e como funciona?

Há algum tipo de contraindicação? 

Pessoas que possuem pouco contraste entre a pele e o fio podem não alcançar resultados satisfatórios com a depilação a laser. Isso porque a tecnologia foi desenvolvida para “atacar” os pigmentos marrons no corpo. 

Logo, o procedimento pode ser menos efetivo para pessoas com pele negra e pele branca com a tonalidade dos fios muito claras. Isso não quer dizer que ambos os públicos não possam fazer o procedimento, apenas faz com que os resultados sejam menos satisfatórios e também pode ser necessário um tempo maior para alcançá-los. 

Além disso, o procedimento é contraindicado para mulheres grávidas e lactantes, usuários de medicamentos fotossensíveis, com patologias auto-imunes e também sobre a pele bronzeada. 

laser depilação

Preparo antes da depilação a laser

Decidiu iniciar o tratamento com o laser? Então você deve seguir as seguintes recomendações: 

Remover os pelos

Em geral, é indicado que a remoção seja feita em média 3 dias antes do procedimento. 

Em áreas pequenas e de rápido crescimento de pelos, como é o caso da virilha e axila, por exemplo, recomenda-se que a depilação ocorra no dia anterior ao procedimento. Isso porque o pelo é o fio condutor para o procedimento com o laser, portanto, o pelo não pode estar grande, mas precisa estar aparente. 

Exposição solar

O sol pode ser um grande inimigo durante o tratamento de depilação a laser. A hiperpigmentação da pele pode causar danos, além de prejudicar os resultados do procedimento. 

Por isso, evite tomar sol pelo menos 15 dias antes da sessão. 

Evite o uso de ácidos

No dia da sessão a laser é importante ter um cuidado especial com a pele, deixando-a preparada para o procedimento. Por isso, não use ácidos ou qualquer tipo de cosméticos que possam irritar e sensibilizar a região.

Hidratação em dia

Manter a pele hidratada é fundamental para mantê-la bonita e saudável. Além disso, uma pele ressecada aumenta as chances de o laser causar agressão e manchas no período de cicatrização da derme. 

Logo, hidrate a pele diariamente e redobre a atenção durante o tratamento. 

Leia também: Conheça os principais benefícios da depilação a laser

Cuidados após a depilação a laser

Após finalizar o procedimento você também vai precisar seguir alguns cuidados básicos, de modo a recuperar a saúde da pele e assim alcançar bons resultados com o laser.

Veja abaixo as orientações a serem seguidas. 

laser no Pello Menos

Use roupas confortáveis

Após o tratamento a pele ficará mais sensibilizada, principalmente no dia do procedimento. Por isso, dê preferência para roupas leves e confortáveis, como aquelas com tecido de algodão, por exemplo.

Nada de roupas muito apertadas que possam agredir a região depilada, viu?

Evite se expor ao sol 

Assim como é preciso ter cuidado antes da depilação a laser, os cuidados devem ser mantidos por algum período após o procedimento. Isso porque a pele estará mais sensibilizada e a exposição solar pode provocar ardência, vermelhidão e até manchas permanentes.

Por isso, recomenda-se que a cliente evite se expor ao sol na semana posterior ao tratamento. Quando a exposição for inevitável, não se esqueça de reforçar o protetor solar. 

Use cremes calmantes

É comum que a pele fique irritada após a depilação a laser. Por isso, para aliviar os sintomas, você pode usar produtos como pomadas ou cremes calmante a base de aloe vera, por exemplo. 

Evite também o uso de produtos que possam irritar a pele ainda mais, como é o caso de produtos à base de álcool. 

Orientações pré e pós sessões de laser

De forma resumida, listamos as recomendações para a realização do procedimento de depilação a laser no Pello Menos. Veja!

O que você não pode fazer pós depilação a laser

  • Pegar sol DIRETO por 3 dias, nem ao caminhar na rua. Procure sempre uma sombra e esteja usando filtro solar com fator de proteção mínimo de 60FPS;

  • Expor-se ao sol direto da praia e piscina nos próximos 15 dias na região depilada;

  • Aproximar o rosto de panelas com comida quente (o vapor irá causar ardor e poderá deixar uma mancha no local) caso tenha feito qualquer área do rosto;

  • Usar desodorante se fez depilação das Axilas, por 5 dias;

  • Fazer sauna por no mínimo 5 dias;

  • Fazer exercícios físicos por 48h (pois os mesmos aumentam a temperatura interna do corpo e isso potencializará a sensação de ardor da queimadura provocada no folículo, causando grande desconforto);

  • Tomar banho quente por 48h (pois irá provocar uma irritação na pele e poderá potencializar a sensação de calor);

  • Usar roupas apertadas;

  • Usar nenhum produto que contenha álcool em sua formulação.


Recomendamos ainda o uso de gel pós-depilatório por 5 dias após a sessão, 2 vezes ao dia.

Leia também: Depilação a laser e sol: quais são os limites da exposição solar durante o tratamento?

Orientações pré sessões de laser

  • Não se expor ao sol 15 dias antes das sessões de laser;

  • Não estar grávida e nem em período de amamentação;

  • Suspender o uso de aspirina por 3 dias antes das sessões;

  • Não estar fazendo uso de remédios fotossensibilizantes (mínimo 6 meses);

  • Suspender o uso de cremes com ácidos para rejuvenescimento manipulados, por 3 meses antes da sessão;

  • Suspender o uso de cremes para rejuvenescimento industrializados (Avon, Natura etc) por 45 dias antes;

  • Chegar para as sessões sem maquiagem, com a pele limpa e com pelos aparados;

  • Usar calcinha confortável;

  • Respeitar as recomendações do profissional;

  • Informar qualquer alteração sofrida no questionário de Anamnese;

  • Não apresentar nenhum problema ou lesão na pele.


Efeitos secundários

Algumas pessoas podem apresentar determinados sintomas durante o tratamento, como por exemplo:

  • Foliculite: Nesse caso, recomendamos lavar a região com água e sabão; hidratar com creme; não coçar e evitar calor e roupas justas;

  • Eritema (vermelhidão): Com ou sem ardência: lavar a região com água e sabão. Aplicar compressa fria por 10 minutos duas vezes ao dia. Manter a pele hidratada;

  • Edema (inchaço): Tratar com compressa fria.


Vale ressaltar que o efeito secundário é REVERSÍVEL e TRANSITÓRIO

tecnologia laser depilação

Quanto tempo leva uma sessão? 

Uma sessão pode durar, em média, entre 5 e 30 minutos, dependendo da região: 

  • axilas: 5 minutos 

  • virilha: 10 minutos 

  • pernas inteiras: 20 minutos. 


Pessoas com pele negra podem fazer depilação a laser? 

Sim. As tecnologias dos equipamentos de laser já evoluíram bastante e são capazes de proporcionar ótimos resultados em peles negras. 

Para as peles negras, o mais recomendado é o laser Nd: YAG, pois ele conta com um comprimento de onda longo, o que permite menor absorção da luz pela epiderme. 

Quem amamenta pode fazer depilação a laser? 

Não. A depilação a laser não é indicada para a mulher que está em período de amamentação. 

Apesar de não ter capacidade de alterar nenhum tipo de hormônio ou de trazer riscos para a qualidade do leite materno, o laser não deve ser utilizado pelas lactantes. Porém, após o período de amamentação exclusiva, a mulher pode iniciar o tratamento com uma clínica que garanta a segurança e conforto necessários.

Quem tem tatuagem pode fazer depilação a laser? 

Não é recomendado a aplicação do laser na região tatuada, pois o método pode danificar o desenho da tattoo, uma vez que ele destrói o pigmento. Além disso, a técnica pode causar lesões e queimaduras na região. 

O laser utiliza ondas de calor que atingem e queimam o pigmento presente no pelo, enfraquecendo-o. Logo, o pelo cai e o bulbo é inviabilizado. 

Porém, para que a técnica atinja o pigmento, ela teria que passar também pela tinta da tatuagem. Ou seja, esses disparos de luz podem causar danos à pele e ao desenho da tattoo.

Quem tem vitiligo pode fazer depilação a laser? 

A depilação a laser também não é recomendada para pessoas que têm vitiligo. 

Ela não é indicada por conta da característica da tecnologia, que utiliza ondas de calor que são atraídas pela melanina presente na pele. Logo, como o vitiligo causa a perda de melanina em determinadas regiões, o método não apresentaria eficácia. 

Além disso, estamos falando de um tratamento que é de certa forma “agressivo” para a pele e como o vitiligo já compreende uma alteração na pele, deve-se evitar qualquer tipo de ação que poderia prejudicá-la ainda mais.

Quem toma roacutan pode fazer depilação a laser? 

O roacutan é um tipo de medicamento fotossensibilizante utilizado para o combate à acne grave. Por conta das reações provocadas, como ressecamento da pele e alta sensibilização, não é recomendado a realização da depilação a laser.

Submeter a pele, que já encontra-se sensibilizada por conta do tratamento com o roacutan, a um procedimento “agressivo”como o laser pode causar machucados e até queimaduras na pele. 

A realização da depilação a laser só poderá ser realizada por essas pessoas 6 meses após o término da medicação.

Quem tem herpes pode fazer depilação a laser? 

Não é recomendada a aplicação do laser em regiões que apresentam qualquer tipo de lesão. Portanto, quem sofre com herpes oral ou genital não deve realizar esse tipo de depilação. 

O motivo é simples: o calor do laser pode agravar ainda mais o problema. 

laser mulher depilação

Quem tem melasma pode fazer depilação a laser? 

A depilação a laser não é recomendada em regiões com manchas de melasma. 

Para quem não sabe, o melasma consiste em uma alteração na cor da pele e causa algumas manchas, que em geral surgem no rosto, podendo aparecer também nos braços e peito. 

O laser não deve ser aplicado na região com essa alteração por conta do risco do agravamento do quadro.

Quem tem psoríase pode fazer depilação a laser? 

A psoríase é uma doença autoimune que causa manchas vermelhas e até descamação na pele. Portanto, a pele fica muito sensibilizada, o que inviabiliza a realização da depilação a laser. 

Quem tem diu pode fazer depilação a laser? 

Para quem não sabe, “DIU” é a sigla para dispositivo intrauterino. Ele é um mecanismo utilizado para obstruir o canal uterino e assim impedir a fecundação. 

Mulheres que contam com o DIU podem sim realizar a depilação a laser com total segurança.

Leia também: Depois da depilação a laser os pelos voltam?

Quem tem foliculite pode fazer depilação a laser?

Sim, a depilação a laser pode ser feita por quem sofre com a foliculite. Inclusive, o método é recomendado como forma de tratamento. 

Uma vez que o laser destrói de forma duradoura o folículo piloso, impede que os fios nasçam e cresçam novamente. Portanto, impossibilitando o surgimento da foliculite, já que ela origina-se do folículo.

O laser ajuda a clarear a pele? 

Verdade. A depilação a laser também é uma aliada na luta contra as manchas na pele. Isso acontece por dois motivos, sendo eles: 

  • O método estimula a produção de colágeno, o que ajuda a suavizar manchas na pele; 

  • Diminui-se o atrito causado por métodos como a lâmina, o que provoca o escurecimento da pele. 


Qual o intervalo entre as sessões de depilação a laser?

O intervalo entre as sessões de depilação a laser podem variar de acordo com a área de tratamento, assim como ter relação com cada organismo. Afinal, o período de crescimento dos pelos pode variar de pessoa para pessoa. 

Mas, em geral, esse intervalo gira em torno de 30 a 60* dias entre uma sessão e outra. As áreas pequenas costumam ter espaçamento de 30 dias, enquanto as áreas grandes esse prazo é de 60 dias. 

  • São consideradas áreas pequenas: axilas, virilha, ânus, rosto, faixa da barba, mãos e pés;

  • São consideradas áreas grandes: tórax, abdômen, costas, braços e pernas. 


*Consulte um profissional para que avalie e oriente sobre o seu caso.

Cuidados especiais para peles sensíveis

Para pessoas com peles sensíveis, a depilação a laser requer cuidados especiais para minimizar desconforto e reações adversas. Aqui estão algumas dicas:

  • Teste de Sensibilidade: Antes de proceder com a depilação a laser completa, realizar um teste em uma pequena área da pele para verificar como ela reage ao tratamento.

  • Escolha do Tipo de Laser: Consultar um especialista para escolher o tipo de laser mais adequado. Lasers como o Nd: YAG são frequentemente recomendados para peles sensíveis devido ao seu comprimento de onda mais longo.

  • Evitar Exposição Solar: Evitar a exposição solar direta antes e após as sessões para reduzir o risco de irritação e queimaduras solares na pele sensível.

  • Hidratação e Cuidados com a Pele: Manter a pele bem hidratada antes e depois do procedimento. Usar produtos calmantes e hidratantes que não contenham álcool ou fragrâncias, pois esses ingredientes podem irritar a pele sensível.

  • Comunicação com o Profissional: Informar o profissional sobre a sensibilidade da pele para que ele possa ajustar a intensidade do laser e tomar precauções adicionais.

  • Pós-Tratamento: Após a sessão, usar cremes calmantes e anti-inflamatórios, como aqueles à base de aloe vera, para minimizar qualquer desconforto ou vermelhidão.

  • Intervalos entre as Sessões: Peles sensíveis podem necessitar de intervalos mais longos entre as sessões para permitir a recuperação adequada da pele.


Seguir estas recomendações pode ajudar a garantir que a experiência com a depilação a laser seja o mais confortável possível. 

Tipos de laser para depilação 

tipos de laser

A principal diferença entre os tipos de laser para depilação é o tamanho das ondas disparadas. Isso afeta diretamente na eficiência da remoção dos pelos em cada tipo de pele. 

Por exemplo, aparelhos com ondas mais compridas são os mais recomendados para peles negras, uma vez que permite menor absorção da luz pela epiderme. Ou seja, o risco de queimar a pele pelo baixo contraste é reduzido. 

Veja abaixo quais são as tecnologias mais encontradas no mercado de depilação. 

Alexandrite

Entre os três tipos de depilação a laser, o de Alexandrite conta com o menor comprimento de onda, com 755 nm (nanômetros). 

Por essa característica, a tecnologia é indicada para pessoas com peles claras e pelos claros, podendo atender entre os fototipos I e IV. 

Isso acontece porque o feixe de laser do equipamento busca a melanina para realizar os disparos, com isso, é capaz de proporcionar uma penetração profunda até a derme média. 

A grande maioria dos equipamentos de Alexandrite contam com um resfriamento na ponta do aparelho para gelar a área a ser depilada, proporcionando um tratamento mais confortável. 

Diodo

A tecnologia a laser de Diodo é a intermediária entre os tipos mais comuns do mercado, com uma onda de 810 nm (nanômetros). 

Atende principalmente pessoas com peles claras e pelos escuros. Por contar com uma onda mais comprida do que o Alexandrite, consegue penetrar mais profundamente no folículo do pelo, logo, também apresenta eficácia em peles negras. 

Sua tecnologia conta um um feixe de luz pura, concentrada e intensa, proporcionando resultados altamente eficientes. 

Assim como o Alexandrite, o laser de Diodo também conta com tecnologia de resfriamento que proporciona uma sessão de depilação menos dolorosa. 

ND-YAG

É o tipo de laser para depilação com o maior tamanho de onda, com 1064 nm (nanômetros). 

Por isso, a tecnologia é a mais eficiente para tratamento em peles morenas com pelos escuros e peles negras. Isso acontece pois o feixe disparado tem baixa afinidade com a melanina e conta com alta capacidade de penetração. 

O ND-YAG pode ser utilizado em várias regiões do corpo e rosto, sendo capaz de atingir até os alvos mais profundos ou tecido abaixo da pele (gordura). Neste caso, deve-se regular a intensidade do raio de acordo com a região tratada. 

Além disso, é possível utilizar pomadas anestésicas para minimizar o desconforto durante o procedimento. 

Rubi

O laser Rubi tem comprimento de onda de 694nm e conta com pulsos curtos e longos. A matriz responsável por gerar o laser é literalmente um rubi, por isso esse nome. 

A tecnologia produz uma luz vermelha capaz de gerar uma grande quantidade de energia em um curto tempo. Isso faz com que somente o pigmento da área tratada absorva essa luz, isto é, não há chance de danos à pele do paciente.

Com a tecnologia de rubi, os disparos de laser são realizados de forma sequencial sob toda a região tratada. Inicialmente essa região pode ficar escura, mas não se preocupe, pois isso só aponta que os resultados foram satisfatórios, e logo a pele volta à coloração normal. 

A energia emitida pelo laser de rubi causa a fragmentação das partículas subcelulares da pele, conhecidas como melanossomos (estruturas que contêm melanina). Elas vão virar micropartículas que em seguida são eliminadas de forma natural pelo próprio organismo do paciente.

Serviço de depilação a laser no Pello Menos

O Pello Menos, criado há 25 anos, sempre inovou no ramo de depilação e agora chega com mais uma novidade para nossas clientes. A criação do serviço de depilação a laser chega para impactar o mercado com uma metodologia de atendimento única e diferenciada.

laser pello menos

Pensando em um modo de atender todos os fototipos de pele, nossa rede de depilação investiu nas 3 tecnologias de laser existentes no mercado. 

Isso mesmo: as 3 tecnologias que citamos acima estão disponíveis em nossas unidades para atender a todos os tipos de pele, com preço justo, com formas de pagamento facilitadoras e um clube de assinatura exclusivo.

Somos exclusivos:

  • No atendimento sem hora marcada;
  • Em oferecer os 3 Laser existentes no mercado;
  • Em oferecer um plano de assinatura cujo propósito é a cliente poder depilar o corpo inteiro com uma mensalidade fixa.
  • Na prática de TODOS os métodos de depilação.

Quais unidades possuem depilação a laser? 

  • Bangu

  • Botafogo

  • Campo Grande

  • Copacabana 2

  • Largo do Bicão

  • Ilha do Gov. II 

  • Leblon

  • Petrópolis

  • São Gonçalo 

  • São José dos Campos – SP

  • Tijuca (Uruguai) 


Como ganhar 2 sessões de laser grátis no Pello Menos? 

Veja a seguir quais são as regras para garantir o benefício: 

  • Basta que você se cadastre no formulário e escolha a loja mais próxima de você;
  • Depois é só escolher entre axila e virilha(lateral do biquíni) e durante 2 sessões o procedimento é por nossa conta;
  • A cortesia é válida apenas para quem nunca utilizou do serviço de laser na rede Pello Menos.

Vale ressaltar ainda que a promoção é válida mediante a apresentação do voucher na recepção da unidade escolhida.  Não cumulativa com outras promoções. Exclusivo para depilação a laser.

Inscreva-se nesse link.

Como funciona o Clube do Laser? 

É o primeiro clube de assinatura a laser do Brasil. Funciona assim: você paga um valor mensal e pode depilar o corpo inteiro. Você ainda terá acesso aos três tipos de laser que estão disponíveis em nossas unidades: ND-YAG, Diodo e Alexandrite, terá atendimento personalizado e sem a necessidade de ter que agendar!

O valor é de R$249,90 por mês.

Adquira seu pacote de depilação a laser sem sair de casa 

Agora o Pello Menos tem uma loja virtual para você garantir seu serviço ou pacote de depilação a laser sem precisar sair de casa. Mais praticidade e comodidade para a sua rotina. 

Clique aqui e acesse a loja virtual do Pello Menos. 

Posts Relacionados

esfoliação na perna
2 de fevereiro de 2024

Como fazer Esfoliação na Perna: Cuidados e Técnicas

A esfoliação na perna é a prática perfeita para quem deseja uma pele linda, radiante […]

Esfoliação na Virilha
19 de janeiro de 2024

Como Fazer Esfoliação na Virilha: Cuidados e Técnicas

Um tema super importante, mas que às vezes fica esquecido na nossa rotina de beleza […]

depilação no rosto
12 de janeiro de 2024

Depilação no rosto: Qual a melhor forma de fazer?

Para garantir que sua pele se mantenha sempre linda e livre de pelos, é importante […]