20 de outubro de 2020

Cera quente ou fria para depilação? Qual a melhor opção

cera quente ou fria

Uma das dúvidas mais comuns quando o assunto é depilação é a respeito da temperatura da cera. Afinal, qual a melhor opção: cera quente ou fria? Para chegar a uma resposta, é precisa entender quais são as especificidades de cada uma delas. 

Nós vamos te ajudar a entender as diferenças entre cera quente e fria. No texto a seguir você vai conferir as seguintes informações: 

  • Características da cera quente e fria
  • Qual é a melhor opção para você: cera quente ou fria? 
  • Prós e contras de ambos produtos
  • Conheça a cera exclusiva do Pello Menos

Continue a leitura e tire todas as suas dúvidas sobre o tema! Vamos lá? 

Características da cera quente e fria 

A temperatura da cera tem uma grande influência nos resultados obtidos durante o procedimento. 

Quando fria, ou quente, a cera vai provocar reações distintas na pele, que serão sentidas de várias formas, seja na sensibilidade da pele durante o procedimento, ou na praticidade de aplicação do produto. 

Por isso, para chegar a uma escolha entre cera quente ou fria é preciso entender as características de cada um destes produtos. Olha só! 

Cera quente 

A depilação com cera quente é um procedimento que vai eliminar os pelos pela raiz. Uma das suas principais vantagens é justamente a alta temperatura do produto, que contribui para a dilatação dos poros, facilitando assim a remoção dos pelos.

Logo, o procedimento é menos agressivo para pele, e consequentemente menos dolorido. 

É um método sem contra-indicações, seguro e que proporciona excelentes resultados para a pele. Com a cera quente, o pelo demora cerca de 20 a 30 dias para crescer novamente. 

O procedimento de depilação com cera quente pode ser realizado por você mesma em casa, ou em clínicas de estética. Porém, manusear a cera quente sozinha pode representar um grande risco, afinal, é preciso saber o ponto exato da temperatura do produto para aplicá-lo na pele, do contrário os riscos de danos são enormes. 

Cera fria 

A cera fria é um método mais agressivo para a pele. Pois, do contrário do que acontece com a cera quente, o produto é aplicado na pele em temperatura ambiente. Ou seja, não há relaxamento do pelo e nem dilatação dos poros, o que torna a retirada dos pelos mais desconfortável e dolorosa. 

Por este motivo, não é recomendado realizar depilação com cera fria em regiões sensíveis do corpo, como a virilha, por exemplo. Geralmente seu uso é mais recorrente em regiões pequenas, e que possuem pelos finos, como no caso do buço e sobrancelhas. 

Assim como no caso da cera quente, com o produto frio a duração dos resultados é a mesma, de cerca de 20 a 30 dias. 

Leia também: Tipos de depilação: conheça os principais e descubra o ideal para você

Qual a melhor cera para depilação?

Qual é a melhor opção para você: cera quente ou fria? 

Para decidir entre cera quente ou fria, é preciso entender quais são as especificidades da sua pele. Além disso, vai influenciar também questões como praticidade e urgência que você precisa para eliminar os pelos. 

Para te ajudar nessa escolha, elencamos os principais prós e contras da cera quente e fria. Confira: 

Vantagens da cera quente

  • É menos agressiva para a pele, além de ser um procedimento menos doloroso. 
  • Não tem contraindicações, e pode ser aplicada em todos os tipos de pele. 
  • Contribui para a remoção das células mortas da pele. 
  • Melhora a saúde da pele, uma vez que conta com ingredientes hidratantes, como mel e algas, por exemplo. 
  • Não causa manchas na pele

Desvantagens da cera quente

  • Não é muito prático para ser aplicada em casa, pois é difícil acertar a temperatura ideal. 
  • Pessoas com sensibilidade ao calor podem ter reação ao produto. 
  • Após o procedimento será preciso atenção quanto a exposição solar para evitar danos à pele. 

Vantagens da cera fria 

  • Fácil manuseio e pode ser aplicada em casa. 
  • Reduz as chances dos pelos encravarem. 
  • É uma boa opção para pessoas que possuem sensibilidade ao calor e vasos dilatados. 

Desvantagens da cera fria 

  • É mais agressiva para a pele, logo é maior a dor para retirada dos pelos. 
  • Pode causar o ressecamento da pele. 
  • Não é indicada para ser aplicada em todas as regiões.
  • Para ter bons resultados é preciso que os pelos estejam compridos. 

Conheça a cera de depilação exclusiva do Pello Menos 

Os benefícios da utilização da cera são muitos. Ela deixa a pele mais lisa, ajuda a retirar células mortas, retira os pelos pela raiz, além de fazê-los crescerem mais finos. 

Foi pensando em todos esses benefícios proporcionados pelo método que a fundadora e CEO da rede Pello Menos, Regina Jordão, criou uma cera com fórmula exclusiva e que causa menos dor na depilação.

Com uma fórmula à base de mel e especiarias naturais, a cera tem uma textura elástica que garante maior aproveitamento e aderência ao pelo, o que resulta em uma depilação mais prática e, o melhor, menos dolorosa.

Mantida em uma temperatura ideal e agradável para a pele, a cera pode ser utilizada em todas as áreas do corpo e por mulheres de todas as idades, incluindo as adolescentes. 

O método à cera é o mais indicado para todas as mulheres, explica Regina Jordão. Isso porque não há destruição dos tecidos celulares do organismo, como outros métodos fazem. Afinal, cuidar da pele é prezar pela saúde e não devemos maltratá-la.