3 de janeiro de 2020

O que é taxa de franquia: entenda os termos e descomplique a abertura da sua franquia

entenda o que é taxa de franquia

Você sabe o que é taxa de franquia? Se você quer entrar para o universo de franchising é importante entender as burocracias envolvidas no negócio. E a taxa de franquia é uma delas, uma parte do investimento a ser considerado para abrir uma unidade. 

No texto a saber você vai entender o que é taxa de franquia, o que significa esse custo para o franqueado. Além disso vai conhecer também todas as burocracias envolvidas neste tipo de negócio. Confira! 

O que é taxa de franquia? 

A taxa de franquia é um pagamento que faz parte do investimento inicial para abrir uma nova unidade. Ela basicamente é o valor cobrado para aquisição dos direitos de uso da marca. 

Este pagamento é feito somente uma vez, logo no momento de assinatura do contrato. Existem algumas marcas que cobram algum percentual da taxa de franquia no momento de renovação do contrato.

Normalmente, a taxa de franquia é utilizada também como fundos para os gastos com estruturação do espaço físico da unidade, compra dos equipamentos, treinamento da equipe, dentre outros itens importantes para início do negócio.  

Qual é o objetivo da taxa de franquia? 

A taxa de franquia é como se fosse uma remuneração para a franqueadora por todo o investimento feito na marca até então. 

Afinal, para consolidar uma marca a ponto de torná-la reconhecida e estruturada suficiente para expandir o negócio é preciso muito investimento em seu desenvolvimento. E a taxa de franquia é a forma da marca rentabilizar esse know-how adquirido. 

A quantia é também uma forma de remunerar a franqueadora pelos custos envolvidos em divulgação para aquisição de novos franqueados. 

Qual o valor de uma taxa de franquia? 

Agora que você já sabe o que é taxa de franquia, chegou a hora de falar de valores. Qual é a média paga neste investimento inicial para abrir uma nova franquia? 

Então, isso vai depender muito da marca que será adquirida por você. Esse valor terá variáveis como o reconhecimento da empresa no mercado e o faturamento médio obtido por outros franqueados. 

Todos esses valores envolvidos na negociação devem vir previamentes discriminados na Circular de Oferta de Franquia (COF). Este é o documento que legaliza o negócio entre franqueador e franqueado. 

A Lei de Franquias de n°8.955, dispõe que o contrato de franquia empresarial deve trazer especificações quanto aos seguintes itens: 

  1. total estimado do investimento inicial necessário à aquisição, implantação e entrada em operação da franquia;
  2. valor da taxa inicial de filiação ou taxa de franquia e de caução; e
  3. valor estimado das instalações, equipamentos e do estoque inicial e suas condições de pagamento;

Leia também: Como funciona uma franquia: especificidades desse modelo de negócio

Outras burocracias envolvidas no negócio 

Para abrir uma franquia é preciso entender que o negócio envolve burocracias específicas deste segmento. É o caso da taxa de franquia, mas também de outros custos como o pagamento de royalties e a taxa de propaganda, por exemplo. 

Entenda quais são os principais custos de um franqueado: 

Taxa de franquia 

Como dissemos acima, a taxa é um valor único estipulado pelo franqueador para que o franqueado possa aderir ao sistema, pago na assinatura do pré-contrato ou contrato de franquia. 

Ela também remunera o franqueador pelos serviços inicialmente oferecidos ao franqueado. 

Fundo de Propaganda 

Montante referente às taxas de publicidade pagas pelos franqueados e pelas unidades próprias dos franqueadores e que deve ser utilizado para ações de marketing que beneficiem toda a rede. 

Em geral, o franqueador é o administrador do fundo, mas deve prestar contas periódicas aos franqueados.

Royalty 

Remuneração periódica paga pelo franqueado pelo uso da marca e serviços prestados pelo franqueador. 

Existem várias maneiras de cobrar esta taxa. Algumas redes cobram o royalties sobre o faturamento bruto. Outras incorporam o valor no preço dos produtos.

Conselho de Franqueados 

Tem caráter consultivo e é constituído pela franqueadora e por um grupo de franqueados principalmente para a administração do Fundo de Propaganda.

 

Seja um franqueado Pello Menos 

O valor pago na taxa de franquia para abrir uma nova unidade do Pello Menos é de R$35 mil. Com um investimento inicial para abertura que gira em torno de R$205 mil. Neste investimento estão inclusos os seguintes serviços: 

  • Adequação de Imóvel;
  • Consultoria Financeira;
  • Estoque Inicial, Mobiliário, Letreiro e Projeto Arquitetônico;
  • Treinamento;
  • Marketing inaugural e Gráfica inicial;
  • Manual e acompanhamento de obras;
  • Assessoria na escolha do ponto comercial.

 

Entendeu o que é taxa de franquia e ficou interessado em abrir uma unidade do Pello Menos na sua cidade? Então clique aqui e tire suas dúvidas com um especialista no mercado de Franquias.