17 de dezembro de 2019

Como funciona uma franquia: especificidades desse modelo de negócio

como funciona uma franquia no Brasil

Uma das melhores formas de investir dinheiro atualmente é abrindo uma Franquia. Afinal, este é um modelo de negócio já testado e que comprovadamente dá resultado muito mais rápido e de forma garantida. Mas você sabe como funciona uma franquia? 

Existem determinados procedimentos e burocracias que devem ser analisadas por você que tem interesse em abrir uma franquia. Este modelo de negócio conta com determinadas especificidades em sua gestão que o empreendedor deve conhecer. 

Por isso, no texto a seguir você vai encontrar as principais informações que precisa saber sobre como funciona uma franquia no Brasil. Continue a leitura e descubra. 

Por que é vantajoso investir em franquias? 

É claro que qualquer negócio conta com riscos, porém, é comprovado que, ao abrir uma franquia, essa margem de riscos é reduzida consideravelmente. 

Pensemos da seguinte maneira, quando você começa um negócio do zero, você vai precisar de tempo para consolidar sua marca no mercado, para criar uma rede de clientes. E tudo isso já vem agregado quando você abre uma franquia de uma marca já existente. 

Já há um caminho trilhado e você só vai precisar seguir os atalhos para atingir resultados melhores. Ou seja, o retorno do seu investimento é muito mais rápido e seguro.  

Como funciona uma franquia? 

Basicamente uma franquia é uma marca já consolidada no mercado que decide fazer a transferência do seu know how. Ou seja, há uma expansão da marca, em que se possibilita o direito de uso da marca para terceiros. 

Logo, quem tiver interesse em adquirir essa marca deverá pagar uma determinada quantia para aquisição, assim como arcar com uma mensalidade. Tudo isso deverá ser discriminado em contrato. 

Burocracias necessárias para abrir uma Franquia

No primeiro momento em que se contrata uma franquia, é necessário que seja feito o pagamento de uma quantia específica para a aquisição da marca. É o que chamamos de taxa de franquia, e este pagamento é feito somente uma vez.

Normalmente esta taxa inicial é utilizada também como fundos para os gastos com estruturação do espaço físico da unidade, compra dos equipamentos, treinamento da equipe, dentre outros itens importantes para início do negócio.  

Outra questão burocrática importante a ser levada em conta é a mensalidade que deve ser paga à franqueadora. O valor a ser pago dependerá de inúmeros fatores, como por exemplo, o nível de faturamento que é possível obter com a sua unidade.

No valor da mensalidade paga para o franqueador estão inclusos a taxa de royalties, que gira entre 1% e 30%, a taxa de publicidade que é de em média 10% e a taxa de fornecimento de suprimentos, que depende do tipo de produto comercializado.

Entenda melhor cada uma dessas despesas: 

Taxa de franquia: é um valor único estipulado pelo franqueador para que o franqueado possa aderir ao sistema, pago na assinatura do pré-contrato ou contrato de franquia. Esta taxa também remunera o franqueador pelos serviços inicialmente oferecidos ao franqueado. Alguns franqueadores cobram um percentual da taxa de franquia no momento da renovação do contrato.

Fundo de Propaganda: montante referente às taxas de publicidade pagas pelos franqueados e pelas unidades próprias dos franqueadores e que deve ser utilizado para ações de marketing que beneficiem toda a rede. Em geral, o franqueador é o administrador do fundo, mas deve prestar contas periódicas aos franqueados.

Royalty: remuneração periódica paga pelo franqueado pelo uso da marca e serviços prestados pelo franqueador. Existem várias maneiras de cobrar esta taxa. Algumas redes cobram o royalties sobre o faturamento bruto. Outras incorporam o valor no preço dos produtos.

Conselho de Franqueados: tem caráter consultivo e é constituído pela franqueadora e por um grupo de franqueados principalmente para a administração do Fundo de Propaganda.

Como escolher o segmento para investir? 

Agora que você já sabe como funciona uma franquia, chegou o momento de escolher o melhor segmento para se investir. Como tomar essa decisão? 

Muitas pessoas acreditam que para abrir uma franquia é necessário optar por uma área que seja do seu conhecimento. Mas não é bem assim. É claro que quando há uma identificação com o negócio pode haver uma certa facilidade para gerenciá-lo. 

Porém o sistema de franquias oferece todo um suporte para preparar o franqueado para administrar o negócio. Ou seja, você não precisa ser especialista em depilação, por exemplo, para abrir uma franquia desse setor.

A marca que você irá adquirir é quem fornecerá o suporte necessário para o andamento do negócio. Esse suporte vai desde o treinamento dos funcionários até uma consultoria financeira no início da operação. 

Portanto, na hora de escolher uma marca para investir é importante avaliar como é o suporte oferecido pela mesma para os seus franqueados. Procure saber quais são os níveis de suporte oferecidos, se necessário procure outros franqueados da marca para entender como é a rotina nas unidades e como é o relacionamento com a franqueadora.

Segmentos que mais geram rentabilidade

A Associação Brasileira de Franchising divulgou os dados que demonstram os setores que obtiverem melhores resultados no primeiro semestre de 2019. São eles:

como funciona uma franquia principais segmentos

Dica: invista no segmento de Beleza

Uma pesquisa realizada pela Quorum Brasil apontou que 97% das mulheres do país afirmam se preocupar com a aparência. Por isso, acabam consumindo itens do mercado de beleza.

Essa atenção com os cuidados pessoais não é uma característica exclusivamente feminina. A cada ano podemos perceber essa preocupação com a beleza também entre os homens do país.

E os números apontam um constante crescimento do segmento de Saúde, Beleza e Bem-Estar, principalmente das empresas focadas em serviços de beleza. Só entre 2015 e 2017, o faturamento da área teve um crescimento de cerca de 35%.

Elas geram cerca de 8 bilhões de faturamento para o franchising no Brasil. Além disso, o setor ocupa o segundo lugar em melhor desempenho entre as franquias, com elevação de 9,7% de 2017 para 2018.

Seja um franqueado Pello Menos

Agora que você já sabe como funciona uma franquia é hora de escolher uma marca para investir. E claro, indicamos o Pello Menos. Ao realizar o investimento, abrindo uma nova Franquia Pello Menos, o franqueado contará com o mais completo suporte de todo o mercado de franquias do Brasil.

Você não precisa entender de Depilação para abrir a sua unidade! Juntos, vamos definir as melhores estratégias para o seu negócio, garantindo uma rentabilidade, cada vez mais, segura e sem complicações.

  • Taxa de Franquia Pello Menos: R$35 mil;
  • Adequação de Imóvel;
  • Consultoria Financeira;
  • Estoque Inicial, Mobiliário, Letreiro e Projeto Arquitetônico;
  • Treinamento;
  • Marketing inaugural e Gráfica inicial;
  • Manual e acompanhamento de obras;
  • Assessoria na escolha do ponto comercial.

Clique aqui e saiba mais sobre como funciona uma franquia Pello Menos.

franquias